Seis lugares em Ouro Fino que você precisa conhecer

0
1816

Ouro Fino é uma terra vasta de lugares e histórias bonitas para se conhecer.

Pensando nisso e no grande retorno que você, leitor, nos deu sobre os 5 pontos turísticos de Ouro Fino, resolvemos trazer mais alguns lugares que vale a pena você conhecer!

  • Pavilhão das Malhas:

Ouro Fino conquistou posição de destaque no país quando se fala em turismo de compras. O número de visitantes da cidade cresce a cada dia, muito deles em busca de boas compras, encontrando na indústria de malhas local uma excelente opção para se comprar direto das fabricas.

Hoje, a cidade já é procurada por atacadistas que encontrar um comercio em franco crescimento. O Pavilhão das Malhas se destaca oferecendo opções de malhas e diversos fabricantes com qualidade diferenciada.

Pavilhão das Malhas.
Pavilhão das Malhas (Reprodução/Google)
  • Pedra do Itaguaçu

Localizada a 15km da área urbana da cidade e com uma altitude de 1500 metros, a Pedra do Itaguaçu possui uma vista impressionante de grande parte da região e é um dos lugares mais belos para se visitar em Ouro Fino. Com uma densa vegetação, onde o verde parece brincar com as nuvens banhadas de sol. Um lugar que você DEVE visitar.

Pedra do Itaguaçu.
Pedra do Itaguaçu (Reprodução/Google)
  • Museu de Arte Sacra

Ouro Fino possui o único Museu de Arte Sacra do Sul de Minas, localizado no interior do Santuário de Francisco de Paula e Nossa Senhora de Fátima. O museu, que recebe vários visitantes durante todo o ano, é composto por mais de 100 peças, como imagens de santos, alfaias, paramentos, mobiliários, documentos, quadros e fotos.

Museu de Arte Sacra.
Museu de Arte Sacra (Reprodução/Google)
  • Casa do Café com Leite

A Casa do Café com Leite, como é conhecida popularmente, é um dos mais importantes monumentos da história da política mineira. O prédio foi palco da assinatura do Pacto do Café com Leite, firmado entre o representante do Estado de São Paulo, Cincinato Braga, e o presidente do Estado de Minas Gerais, Júlio Bueno Brandão, em 1913. O pacto representou a aliança dos dois estados, garantindo um revezamento na Presidência da República entre candidatos de São Paulo e de Minas Gerais, que durou até 1930, quando Getúlio Vargas foi eleito presidente. Construído no século XIX, por um imigrante italiano, o casarão foi doado por seu proprietário para a Loja Maçônica Deus e Caridade, em 1898, quando o dono voltou para a Itália. Em 1908, o imóvel foi vendido para Francisco Ribeiro da Fonseca, que era cunhado do presidente de Minas, Júlio Brandão. No casarão, morou por muitos anos a família de Francisco Fonseca.

Casa do Café com Leite.
Casa do Café com Leite.
(Reprodução/Google)
  • Casa do Menino da Porteira

Com o objetivo de oferecer suporte e informações aos turistas que visitam a cidade e visando uma maior divulgação dos produtos de Ouro Fino, em 2011 foi inaugurada a Casa do Menino da Porteira, localiza as margens da Rodovia MG 290, em frente à estátua do Menino da Porteira.

Casa do Menino da Porteira.
Casa do Menino da Porteira.
(Reprodução/Google)
  • O Santo Cruzeiro

É um monumento que fica em um dos altos pontos da cidade. Ele é cercado pelos evangelistas: São Lucas (Norte), São Marcos (Sul), São João (Leste) e São Mateus (Oeste), que são sustentados sobre colunas de cerca de 3 metros, simbolizando um Templo Aberto, com a intenção de emanar proteção para toda a cidade. O monumento foi inaugurado no dia 29 de dezembro de 2001, e o autor da obra foi Maneco de Gusmão.

Santo Cruzeiro.
Santo Cruzeiro (Reprodução/Google)

Responda