Beabá da Nutrição | Abusou na Páscoa? Calma, não é o fim da dieta…

0
650

O final de semana passado foi de comemoração para muitas pessoas: a celebração da Páscoa. E, se você comemorou, provavelmente teve muita comilança e algum exagero. Estou certa? E você acha que cometeu algum crime com a sua dieta? Calma, nem tudo está perdido.

A primeira coisa que devemos ter em mente é que somos seres que se socilizam e as ceias regadas de coisas gostosas e com a presença de pessoas queridas são uma excelente forma de praticarmos. O ato de comer deve trazer prazer e não temor. Comer em companhia e com uma boa conversa é muito saudável, até mesmo, se cometemos algum exagero. Precisamos fazer as pazes com os alimentos e deixar de lado a idéia dos alimentos “maus”. Desde que os exageros sejam esporádicos, ou seja, pouco frequentes, não irão acarretar danos ou fracassar com a sua dieta. Você sabia que se você “viver em dieta” esses exageros se tornarão indiferentes? Quando eu digo “viver em dieta”, eu não quero que você siga tabelas ou prescrições dietéticas pela sua vida toda, porém, você deve controlar os excessos e praticar bons hábitos alimentares diariamente dentro de uma rotina saudável.

Se exagerou no chocolate, não se culpe por isso, você não está sozinha nessa. Como eu já disse antes, um dia de abuso não interfere em uma dieta bem estruturada. Uma excelente estratégia para evitar que você continue comendo aqueles chocolates que sobraram em casa é doar, compartilhar. Pegue todos eles e divida com os amigos, familiares ou até com pessoas que você não conhece e que não tiveram a oportunidade de comer chocolate nesta Páscoa. Desta maneira você evita as armadilhas que costumam boicotar qualquer dieta. Quando sentir vontade de comer um chocolate, saia e compre um tablete/bombom de 20 a 30g do meio amargo ou amargo, de preferência. Vantagens: você vai pensar duas vezes antes de sair de casa para comprar e, sendo o amargo ou meio amargo, você vai ingerir substâncias antioxidantes que trarão benefícios para o seu organismo. Ressalto: NUNCA DEIXE ARMADILHAS EM CASA.

Não existem alimentos bons ou alimentos maus, o que existem são hábitos errados e ingestão exagerada e desbalanceada de uma maneira geral. Nenhum alimento sozinho é capaz de melhorar ou piorar a sua saúde. Se você costuma comer comida de verdade, preparada em casa, sem aditivos químicos, sem rótulos, sem embalagens e elaborada com produtos naturais, você está “vivendo em dieta” e eu garanto que sua saúde estará sempre em equilíbrio.

Permita-se aproveitar com os amigos momentos felizes com boa comida, bebida e conversa! Afinal, a socialização é nossa marca registrada.

Tais Miranda Nutricionista