Revitalização da Praça da Matriz é iniciada e gera críticas da população

0
460
Praça da Matriz sendo revitalizada (Foto: Prefeitura Municipal de Ouro Fino)

Na última semana, a Prefeitura Municipal de Ouro Fino iniciou as obras de revitalização da Praça da Matriz, que ficou por 20 anos abandonada, sem reformas e manutenção adequada.

O local, tradicional ponto de encontro dos moradores da cidade e querido pela população ourofinense, se encontra em estado de calamidade, com bancos quebrados, jardins mal cuidados, piso esburacado e iluminação deficiente, mas enfim receberá uma grande reforma, que promete trazer de volta a vida na Praça da Matriz.

O projeto, que foi autorizado e aprovado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Ouro Fino, promete preservar as características tradicionais do local, uma preocupação dos defensores do patrimônio histórico e arquitetônico da cidade, que já perdeu muito de suas características originais de cidade histórica.

Um dos pontos mais importantes da revitalização é a volta do funcionamento da famosa Fonte Sonora e Luminosa, um ponto turístico de Ouro Fino, que encantou gerações de moradores da cidade e promete ter de volta a sua função de colorir e animar as noites na Praça.

A obra custará R$ 400.000,00, e parte do valor é proveniente de uma emenda parlamentar do Deputado Dalmo Ribeiro. Ainda não foi divulgada a data prevista para o término da obra.

O outro lado da história

Mas apesar da boa notícia da revitalização tão necessária, alguns moradores da cidade ficaram preocupados ao verem o início das obras e a forma como os trabalhos estão sendo conduzidos. Nas redes sociais, foi possível identificar algumas críticas e questionamentos. A preocupação faz sentido, tendo em vista que em Ouro Fino, quase sempre obras públicas são realizadas sem o devido estudo e planejamento adequados, o que já provocou inúmeros prejuízos ao patrimônio da cidade. Houve também questionamentos sobre qual seria o motivo de não ter sido realizado uma audiência pública sobre a revitalização da Praça.

Veja:

Responda