Governo de Minas e seu descaso com a educação do Estado

0
340
Educação (Foto: Luiz Henrique Castro)

Desrespeito. Se pudéssemos utilizar apenas uma palavra para definir o atual Governo de Minas, com certeza, não teria outra que descrevesse tão bem quanto essa. O que estamos vendo no Estado é um grande exemplo do que são os políticos brasileiros na atualidade.

Com salários atrasados, os professores da rede estadual entraram em greve. As aulas estão paralisadas desde o último dia 15 de junho e, infelizmente, não tem data para retornarem. O movimento dos educadores é justo, pois, o governo não cumpriu com sua palavra no que foi acordado em reunião com Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais.

Fernando Pimentel anunciou que a primeira parcela do mês de junho seria depositada até o dia 13 do mesmo mês. Promessa essa que não foi cumprida, mais uma vez. A justificada pelo descumprimento do acordo é que, devido à greve dos caminhoneiros, a arrecadação do Estado diminuiu, o que impossibilitou a quitação da dívida com os servidores.

Esta vergonha está muito longe de acabar. O rombo do Governo é enorme e não há previsão para que o Estado se regularize e passe a repassar a verba dos municípios e o pagamento de seus servidores em dia. Uma pergunta que fica no ar, apenas para reflexão. Os salários dos políticos também estão atrasados?