Nutrição Inteligente | Refrigerante Zero: mocinho ou vilão?

0
332
Refrigerante zero (Foto: Reprodução/Google)

Os refrigerantes zero ganharam a fama de muitos consumidores por prometer ser mais “saudável” e apresentar zero calorias. Se você acha que está fazendo uma boa substituição para a perda de peso, está muito enganado.

Já percebeu que o refrigerante zero é muito mais doce do que o convencional? Mas por que ele tem zero calorias e é tão doce quanto?

Para a substituição do açúcar, a indústria de alimentos, investiu na alta dosagem de adoçantes artificiais, como o ciclamato e aspartame. E por incrível que pareça, o uso destes adoçantes engordam.

Leia também: Nutrição Inteligente | Lasanha de berinjela

Existem diversos estudos que demonstram uma associação entre o consumo de adoçantes artificiais e o ganho de peso. Dentre eles, um estudo publicado em 2017, concluiu que o consumo regular de bebidas adoçadas artificialmente está assoado com o aumento no risco de sobrepeso e obesidade. Isso se deve ao fato de que:

1) Os adoçantes artificiais estimulam receptores de sabor doce de maneira similar ao açúcar, estimulando o apetite. ⠀

2) A sensação de saciedade e prazer com a comida é controlada por estímulos cerebrais, a dopamina é o principal neurotransmissor ligado ao sistema de recompensa e prazer. O açúcar ativa esta via, já o adoçante não. Isso significa que mesmo consumindo um alimento feito com adoçante, você ainda terá compulsão por alimentos doces.

3) Estimulam a secreção de GLP-1 que aumenta a liberação de insulina (hormônio de estado alimentado), reduzindo níveis plasmáticos de glicose, e com consequente, aumento do apetite.

4) Induzem a intolerância à glicose (pré-diabetes) por meio de alterações na microbiota intestinal (disbiose). Esse quadro está associado com ganho de peso.

Além disto, a maioria dos produtos diets (zero) apresentam alto teor de sódio, ingrediente responsável pelo aumento da pressão arterial, retenção de líquidos dentre outras doenças.

Segue abaixo, a tabela comparativa dos refrigerantes zero e convencionais:

Você não consegue dispensar um refrigerante? Uma estratégia que utilizo muito com meus pacientes é substituir o refrigerante por água com gás e limão (fatiado dentro do copo).

Esta água apresenta dióxido de carbono, componente responsável por produzir um ácido que pode dilatar levemente o estômago, dando uma maior sensação de saciedade, contribuindo para a melhora da digestão. Além disso é ótima fonte de potássio e outros minerais, porém, seu excesso pode causar um desequilíbrio hidro eletrolítico. 500 ml ao longo do dia não trará malefício algum, exceto para gestantes e portadores de síndrome do intestino irritável.

Referência Bibliográfica: Ruanpeng et aL. Sugar and artificially-sweetened beverages linked to obesity:A systematic review and meta-analysis. QJM. 2017 Apr 11.

Você pode encontrar Maristela nas seguintes redes sociais:

Instagram 

Facebook

WhatsApp: (35) 99882-5423

Ou, nos endereços a seguir:

Clínica Saúde e Vida – Rua Júlio Brandão Filho, nº 343

Policlínica – Rua Silviano Brandão, nº 927