88% dos leitos de UTI em Minas Gerais estão ocupados

0
335
Leitos de hospital
Leitos de hospital

Segundo o Ministério da Saúde 88% dos leitos de UTI em Minas Gerais estão sendo usados atualmente. Arquivo obtido pelo Jornal O Globo indica que o estado tem a terceira maior taxa de ocupação de unidades em todo o Brasil.

O aumento diário de casos de infeções pelo novo coronavírus e a taxa de ocupação dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) no estado cria uma situação alarmante.

Com isso, Minas fica atrás apenas de dois estados o Paraná (90%) e Mato Grosso do Sul (90,8%), Minas tem cerca de 1,7 mil dos seus 1.923 leitos já em uso. O levantamento foi obtido pelo jornal O Globo.

Embora os dados de ocupação sejam elevados, o Ministério da Saúde, segundo tabela publicada, garante que Minas Gerais tem 1,426 leitos de UTI a mais que o necessário para enfrentar a primeira fase da pandemia.

Por outro lado, números mostram que a situação se inverte em Minas Gerais quando se analisa os de leitos de enfermaria. O estado tem 2.040, mas na avaliação do ministério precisa ter no mínimo 2.409. Um déficit de 369 unidades.

Uma das alternativas do governo de Minas para aumentar a oferta de leitos é a instalação de um hospital de campanha no Expominas, localizado no Bairro Gameleira, Região Oeste de Belo Horizonte.

De acordo com o governo, serão 900 novos leitos, sendo 800 de enfermaria e 100 de UTI, que serão utilizados apenas caso haja necessidade.

Os 800 novos leitos de enfermaria seriam o suficiente para atender o mínimo indicado pelo Ministério da Saúde, ja que o déficit atual é de 369 vagas.