Caso Grace: Médico vai a juri popular em Ouro Fino

0
1819
Caso Grace
Caso Grace

Em março de 2014, um fato abalou Ouro Fino e região. Grace Kelly Bazani, de 33 anos, deu entrada na Santa Casa de Ouro Fino no dia 22 daquele mês, ela estava grávida e prestes a dar à luz. Seu filho chamaria Giovanni. 

Na ocasião, Grace deveria passar por uma cesariana, devido ao peso da criança, mas, a equipe médica optou por realizar parto natural, utilizando ajuda do Fórceps, que é um equipamento médico que auxilia em casos de complicação no parto. 

A opção médica pelo parto natural custou caro. O bebê nasceu morto e Grace logo após o parto. A família, revoltada com a situação, desconfiou de um possível erro médico e realizou um boletim de ocorrência, que se transformou em um inquérito policial. 

O documento, que possui mais de 200 páginas, contém diversos documentos e depoimentos dos envolvidos. O inquérito foi entregue ao judiciário de Ouro Fino no dia 5 de novembro de 2014, contendo a conclusão das investigações da Polícia Civil de Ouro Fino. 

Júri Popular 

O médico responsável pelo parto, Luiz Carlos Maciel, vai a júri popular pela morte de Grace e Giovanni. O julgamento será no Fórum da Comarca de Ouro Fino, entretanto, ainda não há uma data definida.  

Apesar de ir a júri popular, Luiz Carlos Maciel, conhecido como Cacau, poderá recorrer da decisão em liberdade. O Observatório de Ouro Fino conversou com Mikaelly Bazani, filha de Grace. A jovem diz que a família fará de tudo para que os outros acusados também sejam julgados.  

“Temos a consciência de que a justiça no país não é perfeita. Ela é demorada e falha. Mas, acreditamos que o Poder Público está muito empenhado neste caso e tudo vai ocorrer bem. Confiamos muito no trabalho que os advogados e o Poder Público estão fazendo. E, claro, que confiamos muito em Deus e temos muita fé e esperança de que a justiça será feita sim”, declarou Mikaelly.  

Responda

Please enter your comment!
Please enter your name here