Entenda a polêmica envolvendo o número de internados por Covid-19 em Ouro Fino

0
456
Leito de UTI
Leito de UTI (Foto: Reprodução)

Na última quarta-feira (1), uma polêmica relacionada ao número de internações por Covid-19 invadiu um dos principais grupos da cidade, o Ouro Fino Insustentável.

Em entrevista com o Diretor Técnico da Santa Casa de Ouro Fino, Rodrigo Magaldi, foi revelado ao repórter Alexandre Megale, do Canal Sul das Gerais, que não havia nenhuma pessoa internada na área de isolamento do hospital.

Entretanto, o boletim epidemiológico da última quarta-feira (1), informava que havia uma pessoa internada, o que contradizia a informação passada pelo Dr. Rodrigo Magaldi. Alguns internautas questionaram a veracidade dos fatos e pediram uma explicação clara do Provedor da Santa Casa, Octávio Miranda. O que ainda não aconteceu.

Entenda como funciona os boletins epidemiológicos

Os boletins informativos sobre internações por Covid-19 funcionam da seguinte maneira: Cada cidade informa apenas sobre casos relacionados a moradores do município.

Com isso, se houver cinco pessoas internadas na Santa Casa de Ouro Fino e nenhuma delas residir no município, elas não entram no boletim epidemiológico de Ouro Fino, e sim na sua cidade de origem.

O que causou a polêmica foi o fato do boletim informar que existe uma internação por Covid-19 em Ouro Fino. Entretanto, o paciente não está na Santa Casa de Ouro Fino e sim no Hospital das Clínicas Samuel Libânio, em Pouso Alegre.

Desta forma, existe sim um ourofinense internado com coronavírus, porém, o mesmo se encontra internado em outra cidade. E, neste momento, a Santa Casa de Ouro Fino não está com nenhum caso de internação por Covid-19, seja do município ou de outro local.