Maioria dos vereadores vota contra reajuste dos seus próprios salários em Ouro Fino

0
403
Em pé: Vereadores que votaram a favor do aumento salarial
Em pé: Vereadores que votaram a favor do aumento salarial (Foto: Reprodução/Câmara Municipal de Ouro Fino)

Nesta quarta-feira (17), os vereadores tiveram a oportunidade de aumentar o valor de seus vencimentos em 4.52%. No entanto, graças a Comissão de Constituição, Justiça, Finanças e Redação Final o Projeto de Lei não foi aprovado.

Embora seja direito dos vereadores o reajuste, os vereadores Tiago Bazolli, Francisco Maciel e Paulo Henrique Chiste, em seus discursos, bateram na tecla que não é o melhor momento para tal reajuste, tendo em vista que Minas Gerais entrou na onda roxa, fase mais restritiva no combate ao Covid-19. Além disso, vários comerciantes foram impedidos de trabalhar por 15 dias e, dessa forma, seria injusto tal aumento no atual cenário de Ouro Fino.

O aumento do salários dos vereadores entrou em votação e, por 7 votos a 3, foi reprovado na Câmara Municipal de Ouro Fino.

Votaram contra o reajuste: Tiago Bazolli, Francisco Maciel, Paulo Henrique Chiste, Clóvis Coldibeli, Fábio Anderson da Silva, Marco Antônio da Silva, Vania Aparecida Vieira Couto.

Votaram a favor do reajuste: Aparecido Rodrigues, José Agostinho Muroni e Paulo Luiz de Cantuária.

Leia o trecho onde a Comissão de Constituição, Justiça, Finanças e Redação Final avalia de forma negativa o aumento dos salários dos vereadores:

“Não obstante a legalidade da proposição, entendem os membros desta Comissão que o momento não é oportuno para conceder revisão no subsídio dos agentes políticos, isto porque, diante o cenário econômico que vivenciamos, a ocasião requer que tomemos medidas de austeridade, razão pela qual, entendemos que a revisão deveria ser aplicada somente aos servidores. Por tais considerações e estando o projeto em acordo com as disposições legais, somos pela constitucionalidade, juridicidade e boa técnica legislativa, e no mérito, pela aprovação do Projeto de Lei nº 3.205/2021, de
autoria do Poder Executivo Municipal”
.

Responda

Please enter your comment!
Please enter your name here