Zoneamento Escolar causa polêmica em Ouro Fino

0
149
Educação (Reprodução/Google)

O Zoneamento Escolar chegou a Ouro Fino. E isso vem causando muita desinformação e polêmica nas redes sociais por conta do assunto.

O Zoneamento Escolar é uma prática já adotada nas grandes cidades do Brasil. E, não é apenas uma norma imposta pelo município, e sim, uma Lei Federal criada em 16 de janeiro de 2009. Trata-se da Lei Federal nº 11.700, que garante á todas as crianças com mais de 04 anos de idade o direito de estudar na escola mais próxima de casa.  A norma foi acrescenta ao texto de lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, no capitulo quatro.

Em Ouro Fino, a alguns anos, começou-se a prática de longas filas para se conseguir uma vaga para a criança nas melhores escolas da cidade. E, outras escolas acabam que fechando turmas por falta de alunos, causando prejuízo ao professor que quer trabalhar e aos alunos que ficam sem as aulas. Pais e mães tem reclamado do nosso sistema de matrícula, uns alegam que o filho tem o direito de estudar aonde quiser e outros não concordam com a mudança pelo simples fato de não conhecer os benefícios que isso traz.

”Estudar longe de casa é um mal comum no Brasil, ocasionados por preferência por determinada Escola, falta de vagas em outras, recusa de matrícula por histórico escolar e violência na comunidade. Estes motivos levam crianças a estudar em escolas distantes de suas residências e este problema deve ser combatido”, segundo as diretrizes do Compromisso Todos pela Educação.

Ouro Fino tem potencial para ter mais de uma ou duas escolas com bom ensino, pois, estamos cercados de profissionais da educação com muita competência para realizar o seu trabalho. Não é o local da escola, muito menos o bairro em que ela está que define se é boa ou não. E, sim, os alunos, são eles que fazem a diferença.

Mas, para aqueles país que ainda não aceitam o Zoneamento Escolar, e desejam matricular seus filhos na escola que lhe convém, uma reunião está marcada para a próxima sexta-feira, dia 01 de dezembro, na Câmara Municipal de Ouro Fino, ás 14h. Estarão presentes o Secretário da Educação, Takahiko Hashimoto e mais alguns representantes da área, para responder todas as duvidas sobre o assunto, e ouvir o desejo da população.