Atividade física em foco | Por que não emagreço? Pt. 1

0
263
Por que não emagreço? (Divulgação)

Estou comendo bem e me exercitando, e ainda assim não consigo. Mas se eu faço tudo certo, por que não consigo emagrecer? Várias pessoas sentem essa dificuldade, tentativas falhas de emagrecer podem ser extremamente frustrantes e criar um estresse na vida da pessoa.

Fazer exercícios aeróbios é a melhor forma de emagrecer rapidamente, certo? Errado. O papel do exercício aeróbio no emagrecimento é muito reduzido, enquanto a musculação pode ter uma participação mais importante. Um dos maiores mitos quando o assunto é emagrecimento, conforme preconiza Paulo Gentil, é a ideia de que é necessário fazer atividades de baixa intensidade e de longa duração.

Daí vem o motivo de muitas pessoas, apesar de fazerem atividades físicas, não conseguirem emagrecer. “A base teórica utilizada para compreensão e prescrição de atividades físicas para emagrecer está equivocada. E isto levou à utilização de um modelo comprovadamente ineficiente, que não tem obtido êxito em controlar o peso corporal dos praticantes de exercício”.

Treinamentos intervalados, combinados a exercícios de alta intensidade, são mais eficientes para quem busca emagrecer. A musculação pode promover uma queima de gordura muito maior durante o período de repouso, do que se você decidir por fazer uma corrida contínua e de baixa intensidade. Quer ver um exemplo prático do que acontece muito por aí? Você começa uma nova dieta, começa a fazer corrida, até aí tudo certo, começou a emagrecer!

Vamos pensar que esta pessoa que iniciou a atividade física é totalmente sedentária, ok?! Mas peraí Daniel, você acabou de dizer que corrida não emagrece, pois bem, essa pessoa começou  a emagrecer porque causou um déficit calórico negativo em sua dieta, ou seja, ela começou a se alimentar melhor isso gerou um consumo menor de calorias e de boa qualidade, porém, se ela continuar com a corrida de baixa intensidade e contínua seu organismo vai encontrar uma forma de economizar energia, porque nosso organismo foi feito para agir desta forma, sempre procurar um meio de se defender dos agentes agressores, que no caso é a dieta com déficit calórico.

A forma como estamos fazendo a atividade física, a organização do volume de treinamento, a intensidade que está sendo realizado são de suma importância para que se alcance o objetivo de emagrecimento de forma inteligente e duradouro.

O simples fato de você subir na balança e estar pesando menos não quer dizer que você esteja tendo um emagrecimento, visto que, emagrecer é diferente de perder peso, vou explicar melhor. Há sempre uma expectativa em cima da balança.

Você pode não exatamente perder peso, mas pode sim estar mais magro. Você pode emagrecer por reduzir gordura, mas também por ganhar massa muscular ou as duas coisas juntas. Perder peso é estar mais leve na balança e isto pode se dar por perder massa magra, o que não é bom. Massa muscular refere-se somente aos músculos. Massa magra é o conjunto de músculos, órgãos vitais, ossos e líquidos corporais.

Percentual de gordura faz parte de tudo menos a massa magra. O excesso de gordura corporal é realmente prejudicial ao nosso organismo. Emagrecer de forma saudável deve ser por consequência da união de prática de atividade física e alimentação adequada.

Resumindo, perder peso significa perder massa magra, massa gorda, já o emagrecimento significa perder somente massa gorda que pode vir acompanhada da manutenção da massa magra ou aumento dela.

Você pode encontra Daniel Ceccon nas seguintes redes sociais: 

INSTAGRAM
FACEBOOK
EMAIL
SITE