Atividade física em foco | Musculação Emagrece

0
212
Musculação (Reprodução/Google)

Os exercícios resistidos, dentro dos quais a musculação se inclui, são reconhecidos como os mais eficientes para modificar favoravelmente a composição corporal. Para esse efeito, contribuem o aumento da massa muscular, o aumento da massa óssea calcificada e a redução da gordura corporal.

O princípio determinante do processo de mobilização da gordura corporal é o balanço energético negativo (consumir menos calorias). Sendo o tecido adiposo (gordura), a principal forma de energia armazenada no organismo, compreende-se que quando faltam calorias advindas da alimentação para suprir a demanda energética, o organismo utiliza a gordura corporal.

Leia também: Atividade física em foco | Hidratação e Atividade Física

A contribuição dos exercícios físicos em geral para o processo de emagrecimento decorre do aumento no gasto calórico diário e do estimulo ao metabolismo, cujo nível de atividade tende à redução durante dietas hipocalóricas (baixa ingestão de calorias).

No caso da musculação, além desses efeitos, ocorre aumento da taxa metabólica basal devido ao aumento da massa muscular. Acredita-se que a tendência de as pessoas engordarem com a idade sejam em grande parte devido à redução da taxa metabólica basal decorrente da perda progressiva de massa muscular.

Numerosos estudos documentam redução do tecido adiposo estimulado pelos exercícios com pesos, nos mesmos níveis dos que ocorrem com exercícios aeróbios. Alguns trabalhos sugerem superioridade, em longo prazo, dos exercícios com pesos para o objetivo de redução da gordura corporal, em função do aumento da massa muscular.

Por exemplo, um estudo feito na Universidade de Rhode Island mostra, em com idosos com excesso de peso, de 2% no peso com reeducação alimentar contra 3,6% quando se faz também musculação. No entanto, se analisarmos a composição corporal, vemos que apenas dieta não levou à perda de gordura, enquanto com a musculação a perda foi de 11,2%! Isso porque apenas dieta gerou perda de 2,7% na massa magra, mas com musculação houve aumento de 1,3% (Valente et al., 2010). .

Portanto, a musculação pode realmente ser um importante aliado no emagrecimento! 

O tipo de substrato energético mobilizado durante os esforços físicos parece não ter maior importância no processo de emagrecimento, visto que ocorre um aumento da síntese metabólica entre eles, no período que se segue aos exercícios.

Um aspecto que pode ser mal interpretado quando se comparam os efeitos dos exercícios com pesos e dos exercícios aeróbios na redução da gordura corporal, é que o aumento de massa muscular pode compensar em peso a diminuição do tecido adiposo, nesse caso, deve-se ter a consciência de que a composição corporal está mudando favoravelmente no sentido da saúde, da aptidão física e da modelagem do corpo.

Você pode encontra Daniel Ceccon nas seguintes redes sociais: 

INSTAGRAM
FACEBOOK
EMAIL
SITE